Conheça Bruno Mahfuz, fundador do Guiaderodas

Bruno Mahfuz

Bruno Mahfuz é nascido em 1984, formado em administração de empresas e cadeirante desde os 17 anos, quando sofreu um acidente de carro. Desde então, coleciona diversas experiências pela falta de acessibilidade.

A vivência na cadeira de rodas o fez perceber que uma “Experiência Acessível” não se restringe ao cumprimento das normas, mas sim a um conjunto de práticas que envolve infraestrutura, atendimento e, principalmente, a conscientização da sociedade sobre a importância do tema. Assim, Bruno fundou o Guiaderodas, uma empresa de acessibilidade que informa, conscientiza e certifica espaços para propiciar uma vida mais autônoma e inclusiva para todos.

Em 2016 lançou o aplicativo Guiaderodas, uma ferramenta gratuita e colaborativa, para consultar e avaliar a acessibilidade dos locais. Como cadeirante, sua motivação para criar a plataforma foi poupar frustrações advindas da falta de informação sobre a acessibilidade.

Pessoas com restrição de mobilidade, quando sabem o que vão encontrar, podem escolher e traçar seus destinos com mais segurança.

“Uma simples ida a padaria pode ser frustrante ao se deparar com um lance de escadas na entrada”

Relata Bruno

Pessoas com restrição de mobilidade, quando sabem o que vão encontrar, podem escolher e traçar seus destinos com mais segurança.

A experiência de cadeirante o fez perceber que a acessibilidade não é uma questão que afeta apenas pessoas com deficiência. “Pais que carregam bebês em carrinhos, grávidas, pessoas idosas, aqueles que sofrem uma lesão… a acessibilidade torna a vida mais confortável para todos”, diz Mahfuz.

Através do App, qualquer pessoa, com deficiência ou não, pode relatar o nível de acessibilidade dos locais que visitam, assim sendo essas informações se tornam disponíveis para toda a sociedade. Uma prova disso é que 65% dos usuários que avaliam no app são voluntários sem deficiência.

Após dois anos de operações, o aplicativo tem informações sobre locais em mais de 1.000 cidades em 62 países, e foi escolhido no World Summit Awards 2016, organizado pelas ONU, como a melhor iniciativa para acessibilidade e inclusão.

Em 2018, o App recebeu mais um reconhecimento internacional pela União Internacional de Telecomunicações (ITU-ONU) como melhor aplicativo de acessibilidade das Américas.

Somado ao guia de locais acessíveis, Mahfuz criou a Certificação Guiaderodas, reconhecimento às melhores práticas de acessibilidade.

A metodologia envolve a avaliação do local por arquitetos especializados, por pessoas com deficiência e por aqueles que trabalham no local, que são treinados para melhor atender as pessoas com qualquer restrição de mobilidade.

Bruno Mahfuz

A empresa ou empreendimento que conquista a Certificação Guiaderodas gera não apenas padrão de excelência no mercado em infraestrutura e atendimento, como também oferece bem estar, atrai mais clientes e fomenta a “competitividade do bem” no segmento. “Uma ideia quando é boa, é boa para todos” – esse é o lema que acompanha o trabalho do Guiaderodas.

Por esta iniciativa, Bruno Mahfuz foi selecionado pela MIT Technology Review como um dos maiores inovadores com menos de 35 anos na América Latina em 2018.

“Innovators Under 35” é o mais prestigiado reconhecimento mundial da MIT Technology Review. O prêmio tem como objetivo reconhecer o desenvolvimento de novas tecnologias ou a aplicação criativa de tecnologias existentes para solucionar os maiores problemas do mundo.

Paloma Cabello, Conselheira Sênior de Finanças e Estratégia e também membro do júri MIT Innovators Under 35, acredita que o Guiaderodas é “excelente” e oferece “uma abordagem inovadora a um velho problema, com alto e sustentável impacto social”.

Sobre a missão do Guiaderodas, Mahfuz diz: “Nosso objetivo é deixar de existir. Um dia, o mundo será totalmente acessível e não haverá mais a necessidade desse serviço.”