Deficiência permanente: o que é?

Deficiência permanente: o que é?

Entenda a definição do termo e como é possível comprovar que a pessoa possui deficiência permanente

“Aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.”

Assim é descrita a pessoa com deficiência pela Lei Brasileira de Inclusão (LBI). E é dessa forma também que definimos a pessoa com deficiência permanente.

Embora seja utilizada em algumas ações e políticas seguida do adjetivo “permanente”, a pessoa com deficiência, em sua definição oficial, já engloba um caráter de longo prazo. É o caso, por exemplo, de pessoas com limitação motora, ou então de audição ou visão. A deficiência intelectual também faz parte, assim como o autismo.

Comprovação de deficiência permanente

Documentos como laudos médicos ou outros que atestem a deficiência (como comprovante de aposentadoria por conta da deficiência) são suficientes em situações em que é preciso fazer essa comprovação.

Um exemplo recente é a campanha de vacinação contra covid-19. Pessoas com deficiência permanente fazem parte dos grupos prioritários para a imunização, mas é preciso atestar para garantir o acesso.

Transitório x permanente

Como vimos, apesar do termo permanente ser empregado em muitos casos, é de entendimento geral que a pessoa com deficiência tenha deficiência permanente. Afinal, o contrário disso seria algo transitório, o que se aplica a outros contextos, como o da mobilidade reduzida.

Atualizações

A LBI, sancionada em 2015, foi um marco nos direitos das pessoas com deficiência, inclusive definindo os termos e conceitos a serem empregados quando falamos em acessibilidade.

E a Lei, que tem como base a Convenção da ONU sobre os direitos das pessoas com deficiência, já trouxe avanços em relação a termos defasados, como “deficiente” e “portadores de deficiência”.

Ambas as palavras não são encontradas no documento. Isso porque ao utilizá-las, como era comum anos atrás, estamos ressaltando a deficiência, que é apenas uma característica, antes do indivíduo.

Também fica claro na LBI que a deficiência, na verdade, está no meio quando este impede a participação plena e efetiva na sociedade da pessoa com impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.

Afinal de contas, deficiência permanente ou de qualquer outro tipo não define e tampouco deve limitar o acesso a oportunidades e direitos.


Luciana Faria

Luciana Faria
Escolheu o jornalismo para fazer da paixão por contar histórias sua profissão. Há mais de uma década no mercado editorial e poeta desde a infância, acredita que a palavra também pode transformar as pessoas e mudar o mundo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.