fbpx
Museu do Piauí tem projeto de acessibilidade

Museu do Piauí tem projeto de acessibilidade

Iniciativa garante às pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida o direito de acesso aos bens culturais da instituição

Um passeio trivial, como ir ao museu, por exemplo, pode se tornar um verdadeiro desafio, literalmente repleto de obstáculos, na vida de muitas pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida. Para evitar situações como essa e garantir a inclusão de todos, o Museu do Piauí investiu, em 2019, na implementação de um projeto de acessibilidade.

Com a iniciativa, o prédio histórico recebeu uma plataforma elevatória, que garante o acesso de pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida ao segundo piso, onde está localizada a maior parte do acervo da instituição. Além disso, o museu investiu em um plano de combate a incêndios, que adequou toda a sua estrutura às medidas de segurança exigidas pelo Corpo de Bombeiros. 

museu do piaui

Museu do Piauí

R. Areolino de Abreu, 900 – Centro (Sul), Teresina – PI, 64000-180

(86) 3221-6027

Horário de Funcionamento:

Ter a Sex: 08 às 17h
Sáb e Dom: 08 às 12h

Integrada à Secretaria de Estado de Cultura do Piauí (SECULT/PI), a instituição preserva e difunde o patrimônio artístico e histórico do Piauí e do Brasil. O museu possui um acervo variado, composto por 7 mil peças, distribuídas em 12 salas de exposição permanente.


Acesso à cultura é um direito de todos

Quando os espaços culturais investem em projetos de acessibilidade, eles permitem que as pessoas explorem as mais variadas manifestações da cultura nacional e internacional e utilizem os ambientes com autonomia e segurança. Nesse ponto, a inclusão torna-se um aspecto fundamental na qualidade de vida e no pleno exercício da cidadania. 

O Plano Nacional de Cultura, sancionado em 2010 e com vigência de 12 anos, é um dos documentos norteadores para a definição de políticas culturais no Brasil. Ele apresenta 14 diretrizes, 36 estratégias e 275 ações, mas a acessibilidade cultural é abordada em apenas uma das metas, que prevê 100% de acessibilidade em museus, bibliotecas públicas, cinemas, teatros, arquivos públicos e centros culturais. 

De acordo com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Brasil conta com mais de 3,8 mil museus, porém ainda são poucos os que implementam projetos para melhorar a acessibilidade de suas dependências. Algumas das medidas que podem ser adotadas pelos espaços culturais incluem:

  • rampas, sinalização e piso tátil;
  • área especial para embarque e desembarque de pessoa com deficiência e/ou mobilidade reduzida;
  • banheiros adaptados;
  • equipe capacitada para prestar atendimento às pessoas com deficiência;
  • admissão de entrada e permanência de cão-guia;
  • disponibilidade do acervo em formatos alternativos (braile, Libras, audiodescrição, alto relevo, maquete, réplica);
  • mapa tátil dos ambientes;
  • estacionamento com vagas reservadas para pessoas com deficiência;
  • disposição das obras em altura acessível para pessoas com cadeira de rodas.

O poder público e a iniciativa privada devem zelar pela garantia do acesso à cultura, que é um direito das pessoas com deficiência. Por meio da criação de diretrizes orientadoras para uma política pública cultural, da ampliação e do fortalecimento do debate sobre o tema e da adaptação dos espaços físicos, será possível oferecer igualdade de oportunidades para todos.

Acessibilidade em museus

Como o Brasil possui uma quantidade significativa de museus, descobrir informações sobre acessibilidade em cada uma das instituições pode se tornar um trabalho árduo. Mas com a plataforma Museusbr, é possível encontrar de forma fácil e rápida dados de contato de diversos museus brasileiros e uma lista dos serviços oferecidos, como visitas guiadas, acessibilidade, bibliotecas, arquivos, atendimento a visitantes estrangeiros, entre outros.

Trata-se de um sistema nacional de identificação de museus e plataforma para mapeamento colaborativo, gestão e compartilhamento de informações sobre as instituições do país. O Museusbr é colaborativo e qualquer pessoa pode participar, indicando um museu ou atualizando alguma informação. 
Para ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade, baixe o aplicativo do Guiaderodas!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Abrir mensagem
);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.