fbpx
Como ter uma cozinha mais acessível?

Como ter uma cozinha mais acessível?

Autonomia, conforto e segurança são itens essenciais em uma cozinha acessível

Em casas que tenham pessoas com deficiência, é importante garantir que elas tenham acesso a todos os cômodos de forma segura e confortável. A cozinha, por ser um ambiente sempre com muitos objetos e armários, pode ser um dos ambiente mais delicados na hora de adaptar.

Evitar colocar obstáculos no centro da cozinha e armários altos e de difícil acesso é fundamental para qualquer adaptação.

O que é cozinha acessível?

Na cozinha acessível, alguns pontos pedem maior atenção, como: 

  • É desejável que haja um espaço livre com 1,50m de diâmetro para que a pessoa que usa cadeira de rodas possa fazer um giro de 360º.
  • Devem existir armários na parte de baixo das bancadas e prateleiras fixadas a uma altura máxima de 1,20m para facilitar o acesso aos utensílios.

A acessibilidade na cozinha vai além da ergonomia, também é interessante ter cuidado com os materiais que serão utilizados para o planejamento desta parte da casa.  

Por exemplo: o sifão de metal deve ser evitado, pois ele esquenta quando a água quente é utilizada e pode provocar queimaduras em caso de contato com a pele.

Qual a melhor altura para a pia em uma cozinha adaptada?

pia

A altura ideal da pia da cozinha para que possa ser usada tanto por um cadeirante, quanto por outros moradores da casa é de no máximo 85cm, com uma altura livre inferior de no mínimo 73cm. O mais importante na hora de definir a altura da bancada é pensar no tipo de cadeira de rodas que o morador utiliza, já que elas podem variar de tamanho conforme o modelo.

Escolha o modelo de fogão ideal para uma cozinha acessível

O cooktop com forno separado permite a aproximação frontal de uma pessoa em cadeira de rodas. Quando instalado na altura correta, é possível ver o alimento das panelas – o que facilita o preparo do alimento.

cooktop

Caso seja necessário, um espelho inclinado pode ser instalado acima do cooktop.

As panelas elétricas podem ser uma ajuda extra para quem tiver dificuldades com fogão, assim como air fryer, e se engana quem acha que ela serve apenas para fazer arroz comum. Nela, já fizemos macarrão, arroz à piamontese, vários outros tipos de arroz, carne moída com tomates, milho cremoso, bolo, cuscuz, estrogonofe de frango, e até pudim, brigadeiro e cobertura para bolo.

Qual torneira utilizar?

torneira

Recomenda-se instalar torneiras com alavancas, já que são mais ergonômicas do que as que precisam ser giradas para acionar a água. Pode-se também optar pelos modelos com sensor de acionamento automático. Além de funcionais, eles evitam que a torneira seja esquecida aberta.

O piso precisa ser nivelado

Algumas cozinhas não ficam acomodadas no mesmo ambiente que outros cômodos, então, em um primeiro momento, é importante fazer o nivelamento do piso, e colocar rampas onde tiver degraus – a indicação é que as rampas não ultrapassem 8,33% de inclinação. Em situações excepcionais, se o desnível for menor que 20cm é possível adotar inclinações um pouco maiores, desde que observadas as normas técnicas específicas.

É preciso planejar a instalação de pisos antiderrapantes, principalmente em áreas molhadas como banheiro e cozinha.

Resista aos tapetes! Um item que atrapalha bastante a circulação na cozinha é o tapete, pois ele enrosca nas rodas da cadeira e não é adequado também para pessoas mais idosas, pois há sempre o risco de escorregar e cair.

Além do conforto, preze pela segurança!

Sempre que possível, evite coisas que possam gerar acidentes, machucados, tropeços ou cortes. Mesas com pontas ou quinas, por exemplo, devem ser substituídas por mesas redondas, para que a cadeira possa entrar facilmente. 

Gavetas ou suporte para facas com a ponta para cima podem causar um corte inesperado se esbarrarem no objeto.

Alcance em armários

armario acessível

Os armários e prateleiras para alcance na vertical,  podem ter a altura entre 1,35 m e 1,40 m, desde que não haja obstáculos abaixo deles. Se houver, o indicado é que não passem de 1,20m.

E a altura de alcance na horizontal, como pia ou manipulação de alimentos, o máximo que se deve ter de profundidade (não de profundidade da bancada) é até 50 cm.

O que pode melhorar a experiência de cozinhar?

Uma das opções é a utilização de sistemas automatizados, que dão um conforto extra. Por exemplo: um sistema de escorredor de prato colocado sobre a pia, que pode ser movimentado automaticamente.

escorredor

A pessoa coloca os pratos e copos no escorredor durante a lavagem da louça, e ao apertar o botão, o escorredor sobe ou desce, a louça seca e já é guardada no armário.

Iluminação com acionamento automático também é mais acessível.

Tenha sempre por perto acessórios para proteção contra o calor e objetos quentes. Muitas pessoas com deficiência não têm sensibilidade à variação de temperatura, portanto, é fundamental se proteger para evitar acidentes. Panos de prato e luvas cumprem bem essa função.

Com pequenos ajustes, é possível aprimorar a acessibilidade e trazer a praticidade necessária para uma vida mais independente.

Organização é também um item muito importante. Pessoas que não enxergam criam mapas mentais para se locomover e encontrar os objetos. Guardar utensílios e louças sempre no mesmo lugar, manter as cadeiras sob mesa , evitar deixar objetos que possam causar cortes ou queimaduras ao alcance, são atitudes que fazem toda a diferença.

casa inteligente

Veja como a tecnologia pode ajudar na acessibilidade


Leticia Soares

Letícia Soares
Graduanda em Jornalismo com interesse em arte, tecnologia, literatura e sempre em busca de conhecer novas histórias. Uma pessoa que adora fotografar tudo, descobrir inovações, conversar e fica feliz com a companhia de um chá e um bom livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);