GBC Brasil e Guiaderodas firmam parceria

ago 15, 2019

A excelência no alinhamento dos aspectos sociais e ambientais estão atrelados aos melhores modelos de negócios e tendem a aumentar os ganhos econômicos

O Green Building Concil Brasil tem a visão de transformar a indústria da construção civil e cultura da sociedade em direção à sustentabilidade, utilizando as forças de mercado para construir e operar edificações e comunidades de forma integrada. Além de garantir o equilíbrio entre desenvolvimento econômico, impactos sócio ambientais e uso de recursos naturais.

Com a missão de transformar a indústria da construção civil e a cultura da sociedade em direção à sustentabilidade, o Green Building Concil Brasil entende ser relevante a parceria com o Guiaderodas. A parceria compreende as áreas de disseminação de informação, divulgação de casos de sucesso, auxílio no aprimoramento técnico dos quesitos sociais nos referenciais de certificações e manuais de operação, cooperação em cursos e eventos, além da área de relações institucionais.

Para Felipe Faria, CEO do GBC Brasil, “a forma de atuação do Guiaderodas muito se assemelha ao GBC Brasil, eles conseguiram com maestria demonstrar que a boa gestão dos preceitos de acessibilidade universal é boa para os negócios“.

Mutuamente, as Organizações evidenciaram que a excelência no alinhamento dos aspectos sociais e ambientais estão atrelados aos melhores modelos de negócios e tendem a aumentar os ganhos econômicos.

Para a Agatha Carvalho, Gerente Técnica do GBC Brasil, a em parceria é muito importante neste momento em que as ferramentas de certificações do Green Building passam a avaliar o desempenho das edificações e colocam o indivíduo como prioridade.

“Nossas ferramentas buscam conforto, saúde e bem estar, sendo que as métricas físicas e perceptivas durante a operação das edificações é o que realmente nos revela se estamos no caminho. O Guiaderodas vai além do atendimento às normas técnicas. Eles são o conhecimento necessário para a real experiência inclusiva de todos”, diz Agatha Carvalho.

Matéria completa pode ser conferida no Anuário GBC Brasil 2019.

Comentários:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *