fbpx
Mãe desenvolve projeto Dente de Leite, inspirado em sua filha com deficiência auditiva

Mãe desenvolve projeto Dente de Leite, inspirado em sua filha com deficiência auditiva

A ideia surgiu quando sua filha, que é deficiente auditiva, sofreu bullying durante uma apresentação de Libras em uma praça da cidade de Boa Vista (RR)

Lúcia Rodrigues Costa é uma professora paraense que desenvolve, desde 2004, projetos para pessoas com deficiência. Segundo Lúcia, a ideia do projeto Dente de Leite surgiu quando sua filha, que é deficiente auditiva, sofreu bullying durante uma apresentação de Libras em uma praça da cidade de Boa Vista (RR),  onde vivem desde 1993.

A ideia principal de Lúcia era “permitir que as pessoas com deficiência fossem protagonistas de suas histórias por meio da ação cultural”.

A iniciativa dessa educadora foi mais longe. O  projeto que recebeu o nome de “Dente de Leite” tem atuado na  inclusão social e cultural da pessoa com deficiência e sua família, que muitas vezes por questões de preconceito ou limitações financeiras acabam ficando fora da vida social, como podemos ver no relato abaixo.

projeto dente de leite

Lúcia conta que a menina da foto lhe chamou muita atenção,

“a criança vivia há três anos deitada em uma cama porque a mãe não tinha condições de comprar uma cadeira de rodas, já havia solicitado em muitos lugares, sem sucesso. O caso chegou a nós por meio de um grupo de professores que recebeu uma carta da tia da criança. Fomos visitá-la e por meio do Projeto conseguimos realizar o sonho dessa menina que era sair de cima da cama”. 

O nome do “Dente de Leite” teve origem na experiência de Lúcia como professora.

“Eu tinha, em sala de aula, três crianças com deficiência auditiva, percebi que na hora da atividade de desenho livre essas crianças gostavam de desenhar dentes, fiquei curiosa e quis compreender melhor esses meus alunos, buscando aprender a linguagem deles. Eles me ensinaram muito, por esse motivo escolhi o nome de ‘Projeto de Inclusão Social Dente de Leite’”.

Com o tempo, as ações do Projeto foram ganhando parceiros, tal como a da professora Tânia Schardosim, que atualmente é vice-presidente do Projeto e do “Projeto Os bambas na Avenida” . O Dente de Leite conta também com a participação de 45 voluntários. Juntos eles promovem eventos culturais que atendem não apenas as pessoas com deficiência, mas também suas famílias e a sociedade em geral.

No ano de 2021 o “Dente de Leite” passou a receber apoio do Governo do Estado de Roraima, por meio da Secretaria de Cultura, recebendo recursos provenientes da Lei Aldir Blanc. Esses recursos somados aos eventos que passaram a ser realizados por meio de lives, em decorrência das restrições impostas pela pandemia de COVID-19, beneficiarão mais de 200 famílias de pessoas com deficiência, tanto brasileiras como venezuelanas, através do fornecimento de cestas básicas.

Para conhecer mais – Facebook e Instagram


Janete Schmidt de Camargo Cesar

Janete Schmidt de Camargo Cesar

Doutora em educação e psicopedagoga.Apaixonada pelo poder transformador da educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.