fbpx
Transporte acessível pelo mundo: conheça os bondes elétricos dos Estados Unidos

Transporte acessível pelo mundo: conheça os bondes elétricos dos Estados Unidos

O que adiante você planejar uma viagem, chegar lá e não ter transporte acessível? Nos Estados Unidos você encontrará os novos bondes elétricos

Oferecer uma vida mais autônoma e inclusiva para todos: esse é o objetivo que norteia o Guiaderodas, e é impossível falar de autonomia sem falar de transporte público – afinal, nada é mais libertador do que a certeza de que se pode contar com a infraestrutura da cidade em que se vive para se locomover.

Pensando em uma maneira de fornecer essa segurança para todos seus habitantes, a prefeitura de Portland, no Oregon, decidiu reinventar em 2001 os chamados Streetcars (no Brasil também conhecidos como bondes elétricos), meio de locomoção que se encontrava em desuso desde a década de 50 em função de ser considerado um meio de transporte pouco prático em termos de acessibilidade: os vagões dos bondes antigos não ofereciam nenhum tipo de estrutura, e era praticamente impossível para uma pessoa usando cadeira de rodas ou muletas entrar nos vagões. 

A nova versão dos bondes, entretanto, não lembra em nada seus predecessores do século passado: completamente acessíveis, seus trens oferecem rebaixamento suficiente para que pessoas que usam cadeiras de rodas, andadores ou muletas possam embarcar e desembarcar de forma totalmente independente; o vão mínimo entre o trem e a plataforma permite a circulação sem enroscos literais ou figurativos (os projetos cujo vão é maior possuem rampas de acesso acionadas mediante o apertar de um botão); os vagões possuem barras de acesso e marcações no chão para passageiros cegos e são equipados com múltiplos botões para sinalizar o desembarque – evitando o clássico momento de sufoco para apertar o botão de saída que só quem já pegou transporte público em São Paulo conhece. 

A iniciativa foi um verdadeiro sucesso provando, mais uma vez, que a infraestrutura acessível melhora a vida de todas as pessoas, em toda parte: atualmente o sistema transporta mais de 5 milhões de passageiros ao ano, conta com três linhas e atende 70 estações.

Os resultados alcançados com essa iniciativa não passaram despercebidos: diversas outras capitais norte-americanas decidiram apostar no bonde como uma alternativa acessível de transporte público e hoje Seattle, Salt Lake City, Tucson, Atlanta, Dallas, Washington DC, Kansas City Cincinnati, Detroit, Milwaukee e Oklahoma já contam com suas linhas desse tipo de transporte – e Arizona e Califórnia já anunciaram que seus próprios bondes devem entrar em operação ainda em 2021. 

Agora queremos saber de você: já conhecia esse projeto? Já andou em um desses bondes? Conta pra gente nos comentários ou mesmo no nosso perfil do Instagram


Renata Schmidt

Renata Schmidt 
Relações Públicas e jornalista. Acredita que todo mundo tem uma história que vale a pena ser contada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.