Brasil vai sediar primeira edição dos Jogos Mundiais da Juventude Surda

Brasil vai sediar primeira edição dos Jogos Mundiais da Juventude Surda

O evento será realizado em São Paulo e deve atrair surdoatletas de todo o mundo

No início de dezembro de 2022, durante o 49º Congresso do Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD), realizado em Viena, na Áustria, o Brasil foi escolhido para sediar a primeira edição dos Jogos Mundiais da Juventude Surda. O evento vai acontecer entre os dias 14 e 22 de janeiro de 2024, no Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), na zona sul da capital paulista.  

Neste ano, o objetivo da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS) é captar patrocinadores e buscar surdoatletas com idades entre 13 e 18 anos, para participarem do evento em seis modalidades: atletismo, natação, badminton, tênis de mesa, basquete e futsal. Além de estar à frente do processo de seleção, o órgão também será responsável pelo preparo dos surdoatletas que vão compor as seleções do Brasil nos Jogos Mundiais.

O evento está sendo organizado pelo ICSD, pela CBDS e pela Federação Desportiva dos Surdos do Estado de São Paulo (FDSESP), com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), do governo do estado de São Paulo e da prefeitura de São Paulo, além de patrocínio das Loterias CAIXA e do governo federal.

Campeonatos Mundiais de Surdos

O Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD) é o principal órgão responsável pela organização das Surdolimpíadas, que são o terceiro maior evento multidesportivo do mundo – atrás apenas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos – e de outros Campeonatos Mundiais de Surdos. 

Os primeiros jogos destinados exclusivamente a pessoas com deficiência, também conhecidos como Jogos Silenciosos Internacionais, foram realizados em 1924, em Paris. O evento foi ideia de Eugène Rubens-Alcais, que era surdo e presidente da Federação Francesa de Desportos para Surdos.

Após os primeiros jogos de Paris, que contaram com a participação de atletas de nove nações europeias, líderes esportivos surdos se reuniram e criaram o Comitê Internacional de Esportes Silenciosos, mais conhecido como CISS. Recentemente, o CISS passou a se chamar Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD – International Committee of Sports for the Deaf).

Se você quer ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade no Brasil, siga a página do Guiaderodas no Instagram e acompanhe o nosso blog!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.