fbpx
Brasília oferece Guia da Rota Arquitetônica de Turismo Acessível

Brasília oferece Guia da Rota Arquitetônica de Turismo Acessível

Projeto é pioneiro no país e tem o objetivo de facilitar o deslocamento de pessoas com deficiência até os principais pontos turísticos da cidade

Para se tornar referência nacional em turismo inclusivo, a cidade de Brasília vem investindo cada vez mais em projetos que facilitam a vida de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Um dos mais recentes foi o lançamento do Guia da Rota Arquitetônica de Turismo Acessível, que orienta o visitante sobre o acesso a alguns dos principais atrativos da capital federal.

Com conteúdo e linguagem adaptados, a iniciativa é pioneira no país e prevê ações no curto, médio e longo prazos. O desenvolvimento e a execução do projeto são resultantes da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), a Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur) e a Unidade Nacional de Acessibilidade (UNA). 

O Guia da Rota Arquitetônica de Turismo Acessível

O guia inclui o mapeamento de seis pontos turísticos localizados no eixo central de Brasília, como o Memorial JK, o Planetário, a Torre de TV, o Complexo Cultural da República, a Catedral Metropolitana e a Praça dos Três Poderes. Os visitantes podem acessá-lo pelo site da Setur ou pelo Google Maps.

A partir do projeto, os turistas têm à disposição informações sobre como se deslocar entre os atrativos e como chegar aos locais por meio de carro particular, táxi ou transporte público. Além disso, a ferramenta indica os recursos de acessibilidade presentes em cada lugar, como piso tátil, banheiros adaptados, vaga exclusiva para pessoas com deficiência, entre outros. 

A primeira etapa de desenvolvimento do Guia da Rota Arquitetônica de Turismo Acessível, que envolveu a Setur e a UNA, foi mapear a necessidade de melhorias nos atrativos, que poderiam ser realizadas de forma simples e com poucos recursos. A segunda e terceira fases do projeto preveem a incorporação de quadriláteros da cidade onde se concentram outros monumentos de fácil acesso.

Mais inclusão social em Brasília

Como complemento ao Guia da Rota Arquitetônica de Turismo Acessível, Brasília também desenvolveu o Guia Religioso de Turismo Acessível, que inclui os seguintes atrativos turísticos: Catedral Militar Rainha da Paz, Catedral Metropolitana de Brasília, Santuário Dom Bosco, Igreja Nossa Senhora de Fátima e Templo da Boa Vontade. Os visitantes também podem acessá-lo pelo site da Setur ou pelo Google Maps.

A ferramenta indica os recursos de acessibilidade presentes em cada lugar e oferece aos turistas informações sobre como se deslocar entre os atrativos e como chegar aos locais por meio de carro particular, táxi ou transporte público. 

Com base nas experiências obtidas a partir das rotas de acessibilidade em Brasília, o objetivo dos órgãos responsáveis é que os projetos sejam expandidos e implementados em todo o Brasil. 

Dessa forma, será possível fortalecer o turismo inclusivo a nível nacional, por meio de serviços que oferecem as orientações necessárias para garantir segurança e comodidade no deslocamento de pessoas com deficiência, permitindo que elas aproveitem ao máximo o potencial turístico do país.

Para ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade no Brasil, siga a página do Guiaderodas no Instagram! 


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir mensagem
);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.