fbpx
Daniel Dias: o maior nadador paralímpico do mundo

Daniel Dias: o maior nadador paralímpico do mundo

Conquistar uma medalha em algum grande evento internacional é um feito e tanto.

O que dizer, então, de alguém que conquistou 97? Este é Daniel Dias, o maior nadador paralímpico do mundo e o maior medalhista paralímpico do Brasil. Aos 32 anos, ele anunciou sua aposentadoria neste ano, após Tóquio 2020, deixando um legado que vai muito além das piscinas. 

Natural de Campinas, Daniel Dias nasceu com 37 semanas de gravidez, com má-formação congênita nos membros superiores e na perna direita. Com apenas três anos, precisou passar por uma cirurgia para colocar uma prótese na perna e aprender a andar. O resto, é história. 

Ao longo dos 16 anos de carreira, Daniel Dias acumula 40 medalhas em Mundiais, sendo 31 de ouro, e 24 em Jogos Paralímpicos, 14 delas douradas. Além disso, ainda tem 33 ouros em 33 provas disputadas em Parapan-Americanos e é o único brasileiro a ter três troféus Laureus, o chamado “oscar do esporte”. Mais do que isso, ele é inspiração. Mas se hoje ele ocupa esse papel de inspiração, um dia ele já foi o inspirado. 

daniel dias

Tudo começou quando ele tinha 16 anos, ao assistir o Clodoaldo Silva ganhando medalhas para o Brasil durante os Jogos Paralímpicos de Atenas, em 2004. Até então, Daniel, não conhecia o esporte paralímpico. Ele, então, se interessou e começou a praticar natação. Em oito aulas, já tinha aprendido a nadar os quatro estilos.

Alcançando o topo 

Um ano depois, Daniel Dias já conquistava sua primeira medalha, um bronze em uma competição nacional em Belo Horizonte. Foi ali que decidiu seguir como atleta profissional. E não poderia ter tomado uma decisão mais acertada. No ano seguinte, no Mundial de Durban, na África do Sul, ele já levou cinco medalhas, sendo três ouros e duas pratas. 

No Parapan-Americano de 2007, em casa, no Rio, ele despontou aos olhos do Brasil, conquistando nada mais que oito medalhas douradas. E um ano mais tarde, Daniel já estava em Pequim superando o ídolo Clodoaldo e colocando nove medalhas no peito. 

Daí para frente, não parou mais. Subiu ao pódio – várias vezes –  em todas as competições de participou, entre Mundiais, Paralimpíadas e Parapan-Americanos. E certamente, os Jogos do Rio, em 2016, têm um gostinho bastante especial. 

Legado eterno

daniel dias

Foi em casa, diante de sua torcida, sua família e seus filhos que Daniel Dias Dias, aos 28 anos, se consolidou como o maior nadador paralímpico do mundo. Mais uma vez, ele levou nove medalhas, sendo quatro de ouro, três de prata e duas de bronze.  

Como se não bastasse, aos 31 anos, ele nadou o melhor de sua vida na última competição internacional que disputou, o Mundial de Londres em 2019. Lá, colocou no currículo mais quatro medalhas, totalizando 97 nos maiores torneios do mundo. Mas o show continua em Tóquio, onde ele vai “pendurar a touca”, prometendo muita emoção. 

Fato é que Daniel Dias já está mais do que cravado na história do esporte brasileiro. Para além das piscinas, ele segue com suas principais conquistas: seus três filhos e seu Instituto, que leva seu nome. Nome este que será eterno.


Fernanda Zalcman
Jornalista, curiosa por natureza e apaixonada por fazer a diferença. Encontrou no esporte um propósito: inspirar e dar voz à histórias e pessoas que por vezes estão escondidas. Porque todos importam e merecem espaço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.