fbpx
Domínio mundial: saiba mais sobre o futebol de 5 brasileiro

Domínio mundial: saiba mais sobre o futebol de 5 brasileiro

Quatro Jogos Paralímpicos e quatro medalhas de ouro. Esse é o retrospecto do futebol de 5 brasileiro em Paralimpíadas

A modalidade, adaptada para deficientes visuais, é relativamente nova no âmbito paralímpico, tendo sido disputada pela primeira vez em Atenas 2004. Mas de lá para cá, o Brasil logo tratou de se estabelecer como a principal potência do mundo. 

Há quem diga que o futebol de 5 já era praticado no Brasil desde a década de 1950, tendo sido criado na Espanha, em 1920. Em 1978, nas Olimpíadas das APAEs, em Natal, aconteceu o primeiro campeonato de futebol com jogadores deficientes visuais no Brasil. Mas, o IPC (Comitê Paralímpico Internacional) reconhece como primeiro campeonato entre clubes, o acontecido na Espanha, nove anos depois. 

O primeiro mundial foi realizado justamente no Brasil, o país do futebol. Foi em 1998, em Paulínia, com os donos da casa se sagrando campeões em cima da Argentina. De lá pra cá o Brasil conquistou outras quatro vezes a competição, em 2000 (Espanha), 2010 (Inglaterra), 2014 (Japão) e 2018 (Espanha), estabelecendo a hegemonia. 

Seis anos depois, veio a estreia do futebol de 5 nas Paralimpíadas. Em Atenas 2004,  o Brasil foi campeão ao superar, nos pênaltis, os argentinos por 3 a 2. E depois disso, a seleção canarinho levou a medalha dourada em todas as ocasiões: Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016. 

Além dos títulos, a equipe verde e amarela foi a primeira a marcar um gol em Jogos Paralímpicos. E o autor do feito foi o atleta Nilson Silva, falecido em 2012.

O melhor jogador do mundo

Como se não bastasse a coleção de títulos mundiais e paralímpicos, o futebol de 5 brasileiro ainda tem Ricardinho, eleito três vezes o melhor jogador do mundo da modalidade (2006, 2014 e 2018).

Nascido em Osório, no Rio Grande do Sul, Ricardinho perdeu a visão aos 8 anos de idade após um deslocamento de retina. Mas, o problema na visão não fez com que o atleta desistisse do seu sonho de se transformar em jogador de futebol.

Ele está na seleção brasileira desde os 15 anos e já conquistou tudo que podia com a camisa verde e amarela. Ainda assim, Ricardinho vai comandar a equipe nacional em Tóquio 2020, para somar mais uma medalha ao seu já vitorioso currículo. 

Sobre o futebol de 5

O futebol de 5 é exclusivo para cegos ou deficientes visuais. As partidas, normalmente, são em uma quadra de futsal adaptada. Mas, desde os Jogos Paralímpicos de Atenas 2004, também têm sido praticadas em campos de grama sintética. 

Cada time é formado por cinco jogadores, quatro na linha e um goleiro, que é o único que tem visão total. Mas ele não pode ter participado de competições oficiais da Fifa nos últimos cinco anos. Além disso, todos usam vendas durante o jogo. 

As partidas de futebol de 5 são silenciosas, em locais sem eco. Isso porque a bola tem guizos internos para que os atletas possam localizá-la. Há, ainda, um guia (chamador) que fica atrás do gol adversário para orientar os atletas do seu time. Ele diz onde os jogadores devem se posicionar em campo e para onde devem chutar. Por fim, os jogos são divididos em dois tempos de 25 minutos. 


Fernanda Zalcman
Jornalista, curiosa por natureza e apaixonada por fazer a diferença. Encontrou no esporte um propósito: inspirar e dar voz à histórias e pessoas que por vezes estão escondidas. Porque todos importam e merecem espaço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.