Espaço Braille promove a inclusão de pessoas com deficiência visual

Espaço Braille promove a inclusão de pessoas com deficiência visual

O local conta com equipamentos de acessibilidade que facilitam o acesso à cultura e à informação

Para democratizar o acesso ao acervo da Biblioteca Monteiro Lobato, a prefeitura de São Bernardo do Campo, em São Paulo, criou em 1997 o Espaço Braille. Ligado à Secretaria de Cultura do município, o local promove a inclusão de pessoas com deficiência visual e também é frequentado por alunos do Ensino Médio, universitários e pesquisadores interessados no estudo do sistema Braille. 

Desde sua inauguração, o número de visitantes vem aumentando cada vez mais no Espaço Braille, que serve de referência para estudantes de Pedagogia e professores das redes pública e particular de ensino, no sentido de democratizar o acesso à cultura e à informação de pessoas cegas em sala de aula.

A estrutura do Espaço Braille

O acervo do local abrange mais de mil livros em braille e cerca de 250 livros falados, disponíveis em CDs, que favorecem o acesso a histórias de diversos autores renomados, principalmente brasileiros, como Machado de Assis, Jorge Amado, Eça de Queiroz e Graciliano Ramos.

Além disso, o Espaço Braille oferece diferentes equipamentos com acessibilidade, incluindo impressora, máquina de escrever em braille, reglete (instrumento de escrita manual do sistema Braille), punção (utilizado para reconhecer os pontos em relevo), soroban (aparelho de cálculo) e ampliador para pessoas com baixa visão.

Para a retirada de livros, é preciso fazer um cadastro prévio, levando comprovante de residência e RG. O empréstimo de livros e/ou CDs de audiolivros é válido por um mês e pode ser renovado, por telefone ou pessoalmente, por mais 30 dias. Desde 2010, o local disponibiliza o envio de catálogos de livros às residências dos usuários.

Biblioteca Monteiro Lobato

Em 2016, a Biblioteca Monteiro Lobato, onde está localizado o Espaço Braille, passou por um processo de revitalização financiado pela Fundação Toyota do Brasil. O projeto recuperou as condições do edifício, a praça e o entorno do lugar, para garantir mais conforto aos usuários e mais segurança ao acervo, totalizando um investimento de R$ 5 milhões. 

Fonte: ABC do ABC/Rafael Munhoz

No primeiro andar, estão os livros raros, o Espaço Braille, a administração da unidade, o espaço digital, que tem computadores, notebooks, tablets e videogames, além de um espaço de estudos, sala temática, plataforma elevatória para pessoas com mobilidade reduzida, espaço infantil e sala multiuso. O local também conta com um “conceito verde”, por meio da instalação de painéis de energia solar e reúso de água da chuva.

A Biblioteca Monteiro Lobato está localizada na Rua Dr. Fláquer, 26, Centro, e o Espaço Braille funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 8h às 14h.

Para ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade no Brasil e no mundo, siga a página do Guiaderodas no Instagram!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.