Projeto prevê ações de acessibilidade para o Parque Ibirapuera

Projeto prevê ações de acessibilidade para o Parque Ibirapuera

A iniciativa da Urbia, empresa responsável pela gestão do local, quer transformar o cartão-postal da cidade de São Paulo em um espaço mais inclusivo

Para melhorar a acessibilidade do Parque Ibirapuera, localizado na capital paulista, foi desenvolvido um projeto que prevê medidas inclusivas e intervenções em diversas estruturas, vias e equipamentos do lugar. A iniciativa é da Urbia, empresa que assumiu a administração do espaço, em outubro de 2020, e detém a concessão de outros cinco parques no município de São Paulo.

O projeto já passou pela análise da Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), e, no momento, está em fase de avaliação por parte de órgãos responsáveis por questões relacionadas a processos de tombamento. Todas as ações previstas foram idealizadas para facilitar o acesso de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida e, assim, garantir a todos o direito ao lazer. 

O projeto

Dentre as ações previstas no projeto da Urbia, está a construção de ramificações feitas com pavimentos drenantes. Além de favorecer o escoamento da água da chuva, essa ação facilita o deslocamento dos visitantes nos caminhos já existentes. 

A iniciativa também contempla a criação de mais rampas de acesso e a redução das guias de calçadas. O objetivo é tornar os espaços mais planos, para que eles auxiliem a circulação de pessoas idosas, com deficiência e mobilidade reduzida.

O projeto também prevê a instalação de totens digitais com audiodescrição, para que pessoas cegas ou com baixa visão possam se informar sobre os conteúdos expostos e ter acesso aos serviços oferecidos. Outras ações incluem ainda a instalação de sinalização adequada e a implementação de comunicação inclusiva.

Além disso, a iniciativa conta com a adaptação de banheiros, conforme as normas de acessibilidade, e a construção de vestiários com superfície, que permitem a troca de roupas na posição horizontal. 

O Parque Ibirapuera

Localizado no coração da capital paulista, o Parque Ibirapuera foi inaugurado em 1954, durante as comemorações do IV Centenário de São Paulo. O local tem uma área verde de 1.584.000 m² e recebe quase 20 milhões de visitantes por ano. 

O projeto de construção de um dos principais cartões-postais da cidade foi idealizado pelos arquitetos Oscar Niemeyer, Ulhôa Cavalcanti, Zenon Lotufo, Eduardo Kneese de Mello e Ícaro de Castro Mello e pelo arquiteto paisagista Augusto Teixeira Mendes.

Dentro da área do parque, foram registradas 314 espécies de aves, insetos, peixes, anfíbios, répteis e mamíferos e 558 espécies de plantas. A infraestrutura é diversificada e conta com ciclofaixa, bicicletário, fonte multimídia, quadras poliesportivas, campos de futebol, aparelhos de ginástica, praças, bosque de leitura, parque infantil, cachorródromo, viveiro, herbário, planetário, auditório e museus. 

Considerado uma das mais importantes áreas verdes, de cultura e de lazer da cidade de São Paulo, o Parque Ibirapuera tem entrada gratuita e funciona de segunda-feira a domingo, das 5h à 0h.
Para ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade, siga a página do Guiaderodas no Instagram!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.