fbpx
Saiba quais são os impactos das cores em um site para pessoas daltônicas

Saiba quais são os impactos das cores em um site para pessoas daltônicas

O daltonismo afeta a percepção e a distinção das cores através da luz; veja como melhorar a inclusão desse grupo na internet e o impactos das cores

Você sabe o que é daltonismo? Esse tipo de condição afeta a percepção e a distinção das cores através da luz e tem diferentes graus para cada pessoa. Em alguns casos, ela não consegue enxergar as cores verde, vermelho e azul, e, em outros mais raros, nenhuma cor é captada pelo olho humano. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil já são mais de 8 milhões de daltônicos.

Exemplo de uma figura do teste de cores de Ishihara. Dependendo do monitor do computador, pessoas com visão normal enxergam o número “74”. Pessoas com daltonismo enxergam na figura o número “21” e indivíduos com cegueira das cores não enxergam nenhum número. Créditos: Reprodução/Wikipedia

Para exemplificar os tipos de daltonismo, abaixo há uma lista com essa diferenciação:

  1. Protanopia: o usuário tem dificuldade de perceber a cor vermelha. No lugar dessa cor, ele pode enxergar tons de marrom, verde ou cinza;
  2. Deuteranopia: nesse caso, a dificuldade é específica para perceber qualquer luz verde;
  3. Tritanopia: esse tipo interfere na visão das cores azul e amarelo. A pessoa não fica sem a visão total do azul, mas as tonalidades são distintas;
  4. Monocromia: representa a ausência da capacidade de diferenciar as cores, portanto, resulta na visão em escalas de cinza.

Como melhorar os sites para incluir pessoas daltônicas

Para serem de fácil leitura a todos, os sites precisam ser acessíveis. Então, utilizar algumas cores em conjunto pode confundir usuários daltônicos. Veja algumas dicas para melhorar a visibilidade do seu site a quem tem daltonismo:

  1. Informações importantes não devem ser destacadas com cores, mas sim, com ícones, texto e até texturas. Ter como foco as cores pode confundir os daltônicos quando forem absorver alguma informação;
  2. Ao usar links, prefira o texto sublinhado e em negrito, e não por cores;
  3. Se tiver algum formulário, não use o modelo “verde” para sucesso e “vermelho” para erro, pois isso confunde pessoas daltônicas;
  4. Caso o conteúdo tenha imagens e gráficos, escreva uma descrição, incluindo as cores que aparecem neles;
  5. Conteúdos em texto também precisam ter atenção, especialmente na formatação. Muitas vezes, a fonte escolhida ou a forma de destacar uma informação podem tornar o conteúdo confuso. É importante se atentar ao tamanho dos elementos e à fonte, além de preferir utilizar o sublinhado e a textura para dar ênfase a alguma palavra ou frase.

Heloisa Aun

Heloisa Aun

Jornalista e estudante de Letras na USP, trabalha desde o início da carreira com a temática dos direitos humanos e meio ambiente. Nos últimos anos, idealizou campanhas de combate ao assédio sexual e à violência doméstica. Também atua na área de educação em organizações e projetos sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.