Trecho 3 da orla do Guaíba oferece acessibilidade em Porto Alegre

Trecho 3 da orla do Guaíba oferece acessibilidade em Porto Alegre

O espaço público foi revitalizado e projetado para ser 100% inclusivo a pessoas com deficiência

Nos últimos anos, a prefeitura de Porto Alegre vem realizando diversos investimentos em acessibilidade para tornar a cidade mais inclusiva a todos. Uma das ações recentes foi a revitalização do trecho 3 da orla do Guaíba, que hoje é o primeiro parque da capital do Rio Grande do Sul a contar com mapas táteis.

O espaço está localizado na avenida Edvaldo Pereira Paiva, entre a foz do Arroio Dilúvio e o Parque Gigante, e tem 1,6 km de extensão. No total, foram instalados três equipamentos ao longo do trecho 3, que contam com textos em braile e alto-relevo, em aplicações construídas em cores e texturas diferentes. Além de orientarem as pessoas com deficiência visual em relação aos principais pontos do parque, eles permitem que elas se situem dentro da cidade. 

As informações contidas nos mapas táteis apresentam referências de localização de diferentes lugares de Porto Alegre, como o rio Guaíba, o estádio Beira-Rio, o centro histórico e a Usina do Gasômetro, por exemplo. A ideia da prefeitura é instalar os equipamentos em obras futuras, para ampliar a acessibilidade na cidade.

O espaço também conta com rampas de acesso, corrimãos próximos às arquibancadas, vagas reservadas no estacionamento para pessoas com deficiência e uma rota tátil composta por piso podotátil de dois tipos: o direcional e o de alerta, usado para sinalizar obstáculos. No total, foram investidos mais de R$ 550 mil nas intervenções de acessibilidade.

Antes de ser aberto ao público, o local passou por uma série de testes com cadeirantes, cegos e pessoas com mobilidade reduzida. As avaliações contaram com a presença de representantes da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (Acergs), APAE Porto Alegre, Associação de Familiares e Pessoas com Autismo (AFAPA), União de Cegos do Rio Grande do Sul (UCERGS) e do Instituto Autismo & Vida.

Além das intervenções para melhorar a acessibilidade, o trecho 3 da orla do Guaíba conta com 29 quadras esportivas, estacionamento para 150 veículos, estruturas de apoio à prática de esportes, ciclovia, iluminação de LED, arborização, três bares e a maior pista de skate da América Latina.

Fonte: Jornal Sul21

Acessibilidade em Porto Alegre

Para garantir os direitos de igualdade e inclusão social de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, a prefeitura de Porto Alegre vem executando uma série de projetos de acessibilidade. Em 2021, por exemplo, o órgão realizou mil intervenções projetadas pela coordenação de acessibilidade da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (SMOI).

As ações incluíram a implementação de 935 rampas, 19 paradas de ônibus acessíveis e 46 recortes de canteiro central. Além das intervenções realizadas nas vias da capital, prédios e espaços públicos tornaram-se mais acessíveis a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. 
Se você quer ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade, siga a página do Guiaderodas no Instagram e acompanhe o nosso blog!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.