5 perfis de influenciadores com deficiência para seguir nas redes sociais

5 perfis de influenciadores com deficiência para seguir nas redes sociais

Os influenciadores abordam temas importantes para quebrar paradigmas e romper preconceitos 

Os influenciadores digitais vêm ganhando cada vez mais destaque nas redes sociais e desempenhando um papel essencial no combate ao preconceito e à discriminação contra pessoas com deficiência. Por meio de uma abordagem leve e criativa, que leva à reflexão sobre temas importantes, eles contribuem para construir um mundo mais inclusivo. 

Para você ficar por dentro desses conteúdos, nós preparamos uma lista com seis perfis de influenciadores digitais para você conhecer e seguir nas redes sociais. Confira! 

Kitana Dreams

A personagem do carioca Leonardo Braconnot é uma drag queen que aborda temas importantes sobre a vida de uma pessoa com deficiência auditiva. A artista é precursora de gírias na comunidade surda e engajada em causas do movimento LGBTQIA+. Ela também faz vídeos de tutoriais de maquiagem e beleza e ensina as pessoas a se comunicarem pela Língua Brasileira de Sinais (Libras). 

No Youtube, Kitana soma mais de 23 mil inscritos e, no Instagram, tem 37,5 mil seguidores.

Cacai Bauer

Considerada a primeira influenciadora digital com síndrome de Down do Brasil, a trajetória da baiana na internet começou em 2016, no YouTube. Cacai vem fazendo cada vez mais sucesso nas redes sociais com conteúdos de humor e a abordagem de assuntos importantes, como o capacitismo, sua condição genética e a importância da inclusão social.

Na hora de gravar os vídeos, toda a família participa: a mãe faz maquiagem, cabelo e figurino, a irmã é a voz das paródias, o pai cuida da comunicação e das artes gráficas e o irmão é o ator coadjuvante. O resultado desse trabalho reflete nas redes sociais de Cacai, que somam 268 mil inscritos no canal no YouTube e 383 mil seguidores no Instagram.

Ana Clara Moniz

Ela se define como a chata ativista da acessibilidade, representatividade e contra o preconceito. Desde 2013, Ana Clara aborda em suas redes sociais assuntos relacionados à atrofia muscular espinhal (AME), como autoestima, capacitismo, acessibilidade e representatividade. 

A doença, com a qual convive desde um ano de idade, é genética, degenerativa e afeta todos os músculos do corpo. Não há cura para a AME, mas existem tratamentos que podem ajudar no seu controle, dependendo do tipo e da gravidade dos sintomas, e incluem cuidados respiratórios, fisioterapia e controle nutricional.

No Youtube, a influenciadora tem mais de 3,24 mil inscritos e, no Instagram, conta com 62,5 mil seguidores.

Marcos Lima

Ele é jornalista, palestrante e criador e apresentador do “Histórias de cego”, seu canal no YouTube, onde conta o dia a dia de uma pessoa com deficiência visual. Marcos nasceu com glaucoma congênito e foi perdendo a visão, até ficar completamente cego aos seis anos de idade.

O influenciador também lançou um livro de crônicas com o mesmo nome do seu canal no YouTube, com o objetivo de mostrar que a vida de uma pessoa cega não se resume apenas a limitações e tristeza. 

Seu canal no Youtube conta com mais de 315 mil inscritos, e o perfil no Instagram tem 21 mil seguidores. 

Paola Antonini

No dia 28 de dezembro de 2014, com 20 anos, Paola perdeu a perna esquerda em um acidente de carro. Apesar da situação difícil, a modelo e apresentadora decidiu contagiar outras pessoas com sua positividade e, hoje, ela já conquistou 2,5 milhões de seguidores no Instagram, ao compartilhar seu dia a dia com a prótese. 

No livro “Perdi uma parte de mim e renasci”, a influenciadora conta sua história de vida, sempre com uma óptica positiva. Em dezembro de 2020, ela fundou o Instituto Paola Antonini, que reabilita pessoas com deficiência física, por meio da doação de próteses, órteses, cadeiras de rodas e acessórios, e também oferece assistência psicológica e fisioterapia aos pacientes.

Para ficar por dentro do universo da acessibilidade, siga a página do Guiaderodas no Instagram e acompanhe nosso blog!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.