Projeto Praia Acessível chega ao Lami

Projeto Praia Acessível chega ao Lami

Iniciativa da prefeitura de Porto Alegre disponibiliza cadeiras anfíbias para banhistas com deficiência e mobilidade reduzida

Presente em diversos estados brasileiros, o projeto Praia Acessível ganhou mais uma estação no início de 2022. Para garantir o acesso seguro de idosos, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida às águas do Guaíba, a prefeitura de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, começou a disponibilizar cadeiras anfíbias, que facilitam o deslocamento e garantem mais autonomia aos banhistas. 

O equipamento apresenta diferentes posições de encosto, pneus mais largos do que os das cadeiras de rodas tradicionais, além de flutuabilidade e estabilidade ideias para o banho, possibilitando uma experiência com mais segurança e conforto. As cadeiras anfíbias vão estar à disposição dos banhistas na Praia do Lami, das 10h às 16h. 

A iniciativa conta com o apoio da ONG Caminhadores, do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência (Comdepa) e das secretarias municipais de Desenvolvimento Social (SMDS) e de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ). Ela também atende à Lei nº 12.812/2021, que institui o projeto Praia Acessível no município, por meio da disponibilização gradual de equipamentos e tecnologias de acessibilidade nas praias e lagos urbanos de Porto Alegre.  

Veja outras dicas de praias com acessibilidade no Brasil

Acessibilidade em Porto Alegre

A prefeitura de Porto Alegre vem executando uma série de projetos de acessibilidade para garantir os direitos de igualdade e inclusão social de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Em 2021, por exemplo, o órgão realizou mil intervenções projetadas pela coordenação de acessibilidade da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (SMOI).

As ações incluíram a implementação de 935 rampas, 19 paradas de ônibus acessíveis e 46 recortes de canteiro central. Além das intervenções realizadas nas vias da capital, prédios e espaços públicos tornaram-se mais acessíveis a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. 

O município de Porto Alegre também conta com um mapa de acessibilidade, que identifica os locais que limitam ou facilitam o dia a dia de pessoas com deficiência na cidade. O mapeamento é realizado pelos alunos do CDI Comunidade Educandário São João Batista, centro de reabilitação física localizado na zona sul do município e parceiro da ONG Comitê para Democratização da Informática (CDI). 

Para colaborar com o projeto, qualquer pessoa pode enviar um e-mail com foto e endereço do local para educandariocdi@gmail.com ou cdirs@cdirs.org.br. Os lugares acessíveis são identificados pelo ícone de acessibilidade e aqueles que não têm acessibilidade recebem um marcador vermelho.
Se você quer ficar por dentro de outras iniciativas de acessibilidade, siga a página do Guiaderodas no Instagram e acompanhe o nosso blog!


Carina Melazzi

Carina Melazzi
Jornalista e produtora de conteúdo. Gosta de contar histórias e é apaixonada por viagens, montanhas e mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.