fbpx
10 filmes sobre deficiência e inclusão que você precisa assistir

10 filmes sobre deficiência e inclusão que você precisa assistir

Sugestões de filmes que abordam questões ligadas aos diversos tipos de deficiência

Filmes sobre deficiência e inclusão de pessoas podem ser excelentes recursos para debater, em sala de aula e também em família, a necessidade da construção de uma sociedade inclusiva, já que com eles podemos aprender sobre o contexto que pacientes e familiares vivem e seus desafios diários. 

Cada pessoa aprende à sua maneira e para contribuir com essa reflexão, então pensando em você, selecionei os melhores filmes sobre inclusão para você adicionar na sua lista. Então prepara a pipoca e boa sessão!

Como eu era antes de você (2016)

A adaptação do best-seller de Jojo Moyes conta a emocionante história do milionário Will Traynor (Sam Claflin), que leva uma vida repleta de viagens e esportes radicais, até sofrer um acidente de trânsito e se tornar tetraplégico. A situação o torna depressivo e debochado, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). Neste contexto, Louisa Clark (interpretada por Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will.
De origem simples, com dificuldades financeiras e sem grandes sonhos, ela faz o possível para melhorar o humor de Will, que desde o começo, não parece muito satisfeito com a presença da jovem.
Onde assistir: Netflix

Um momento pode mudar tudo (2015)

O filme conta a história de Kate (Hilary Swank), uma confiante mulher e esposa, bem sucedida e admirada por todos que é surpreendida ao ser diagnosticada com ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). Kate, ao precisar de cuidados, decide contratar Bec, uma estudante e aspirante a cantora de rock que aceita a proposta de emprego desesperadamente e aos poucos, aprende a aproveitar mais o mundo, se afastando da antiga vida de festas e descompromissos. Enquanto o casamento de Kate e Evan, seu marido, se deteriora, ela e Bec constroem um laço não convencional e dão início a uma grande amizade. 
Aparentemente com uma personagem cadeirante que chega sorrateiramente às salas de cinemas sem grande divulgação, mas promete surpreender, emocionar e divertir todos que apostarem nesse longa.
Onde assistir: Netflix e YouTube 

Milagre na cela 7 (2019)

O filme turco sobre deficiência mental que chegou à Netflix conquistou um grande público, é um daqueles dramas feitos para provocar lágrimas até nas pessoas menos sensíveis a esses conteúdos. Conta a história de Memo (interpretado por Aras Bulut Iynemli), um pai que sofre de deficiência intelectual e é separado de sua filha ao ser acusado de um crime que não cometeu. 
A produção é um remake de um longa sul-coreano aclamado de 2013. Mas ao contrário da sua versão original, que se encaixava em um gênero de drama e comédia, o filme se baseia mais no fator emocional do que em risadas. Memo passa a contar com a ajuda de seus companheiros de cela e de quem também está do outro lado das grades para provar sua inocência ao ser preso pela morte da filha de um comandante. 
Onde assistir: Netflix

Intocáveis (2011)

Esse filme de cadeirante é um dos melhores sobre acessibilidade. Ele conta a história de Philippe (François Cluzet), um milionário que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Ao precisar contratar um acompanhante, sua história cruza com a de Driss (Omar Sy), jovem de baixa renda e sem nenhuma experiência na função de cuidador. O percurso trilhado pelos dois é de aprendizagem mútua.
Driss contribui para a recuperação da identidade e autoestima de Philippe a partir de um trabalho que retrata o cuidado com as deficiências, mas também tem a aprender e ensinar muito nessa relação antes profissional que vira uma verdadeira amizade. Vale ressaltar que Intocáveis foi o filme mais visto na França em 2011 e o valor arrecadado com a venda dos direitos de adaptação do livro original, foi doado à uma associação que atende pessoas com deficiência física.
Onde assistir: Telecine Play e sites on-lines

Extraordinário (2017)

O período escolar nunca é fácil, seja pelas dificuldades de aprendizado junto à pressão e medo de não ser aprovado ou mesmo pelo convívio com completos desconhecidos, sem o ambiente familiar. É neste contexto que Auggie Pullman (Jacob Tremblay), um garoto que nasceu com uma deformação facial, frequenta a escola pela primeira vez.
Por conta da deformação, Auggie teve que passar por 27 cirurgias plásticas, e aos 10 anos, enfrenta novos desafios. Matriculado no quinto ano, tenta se adaptar à nova realidade escolar com o apoio dos pais: Isabel Pullman (Julia Roberts) e Nate Pullman (Owen Wilson). Nesse filme infantil sobre deficiência, o garoto é observado e avaliado por todos à sua volta constantemente pela sua aparência diferente.
Onde assistir: YouTube e sites on-lines

Hoje eu quero voltar sozinho (2014)

Leonardo (interpretado por Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência em um tradicional colégio do Rio de Janeiro. Com algumas dificuldades de aceitação pela turma, Leo encontra apoio em um estudante novo na cidade, Gabriel (Fabio Audi) e novos sentimentos começam a surgir entre os dois, fazendo com que ambos descubram mais sobre si mesmos e sobre suas sexualidades.
O filme sobre deficiência visual aborda duas importantes pautas, a inclusão e a homossexualidade, evidenciando a importância de construir relações com respeito, apoio e diálogo.
Onde assistir: Netflix

Demolidor – O Homem sem Medo (2003)

Esse é para os fãs de super-heróis! Após descobrir o verdadeiro trabalho de seu pai, o jovem Matt Murdock (Ben Affleck) sofre um acidente e acaba ficando cego. Com isso, tem seus sentidos ampliados, além de ganhar um apurado radar mental, que faz com que consiga perceber tudo que acontece ao seu redor. Já adulto, Matt começa a estudar Direito e passa a treinar intensamente artes marciais. 
Murdock agora tem uma vida dupla: durante o dia é um conceituado advogado e à noite usa suas habilidades super-humanas para combater o crime, sob o codinome Demolidor.  É assim que conhece e se apaixona por Elektra Natchios (Jennifer Garner) e para protegê-la, enfrenta as forças do Rei do Crime (Michael Clarke Duncan) e do Mercenário (Colin Farrell).
Onde assistir: Sites on-lines

O escafandro e a borboleta (2007)

Jean-Dominique Bauby (Mathieu Amalric) é editor da revista Elle e um apaixonado pela vida, mas aos 43 anos, sofre um derrame cerebral que o deixa paralisado e dependente. Vinte dias depois, ele acorda ainda lúcido, mas se sente frustrado ao perceber que sofre de uma rara paralisia: o único movimento que lhe resta no corpo é o do olho esquerdo. Bauby se recusa a aceitar seu destino.
Com isso, Jean-Dominique aprende a se comunicar piscando letras do alfabeto, forma palavras, frases e até parágrafos com ajuda de suas enfermeiras. Através de sua imaginação, cria um mundo próprio e escreve um livro de memórias.
Onde assistir: YouTube

A teoria de tudo (2014)

Stephen Hawking, uma das mentes mais brilhantes do mundo, teve sua vida pessoal exposta de forma sensível no filme A Teoria de Tudo. A obra retrata como o jovem astrofísico fez descobertas importantes para o mundo científico, mesmo enquanto lidava com uma doença motora degenerativa, que o deixou sem movimentos. À época de seu diagnóstico de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), aos 21 anos, Hawking (interpretado por Eddie Redmayne) recebeu a notícia de que não passaria dos 23. 
Vivendo até os 76 anos, desafiou não só a doença, mas a própria ciência e nada o impediu de se tornar um dos maiores cientistas da atualidade. Seu casamento de 25 anos com Jane Wide (Felicity Jones) o ajudou a sobreviver e a contribuir com a astrofísica.
Onde assistir: Netflix

A música e o silêncio (1996)

Martin (Howie Seago) e Kai (Emmanuelle Laborit) são os pais de Clara (Tatjana Trieb), uma menina que passa a infância interpretando conversas para os pais que são surdos, já que ela é ouvinte e fluente na língua dos sinais. Clara se apaixona por música após ganhar um clarinete da tia, e se insere no mundo da música, que seus pais não podem participar mas faz de tudo pela inclusão deles.
Onde assistir: YouTube

Gostou das nossas sugestões? Então compartilhe esta lista nas suas redes sociais e motive seus amigos a assistirem esses filmes também. Boa diversão!

Leticia Soares

Letícia Soares
Graduanda em Jornalismo com interesse em arte, tecnologia, literatura e sempre em busca de conhecer novas histórias. Uma pessoa que adora fotografar tudo, descobrir inovações, conversar e fica feliz com a companhia de um chá e um bom livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *