fbpx
Audiodescrição em plataformas de streaming

Audiodescrição em plataformas de streaming

Confira como funciona a produção e o acesso aos conteúdos audiovisuais com audiodescrição

Nunca foi tão fácil viajar o mundo, descobrir novos lugares e adquirir conhecimento de outras culturas, através das telas de smartphones, tablets, TVs e computadores.

Isso porque o surgimento das plataformas de streaming de vídeo (áudio e imagem), possibilitou o acesso a diversos conteúdos de audiovisual, antes disponíveis somente nos telões dos cinemas e em algumas regiões do mapa.

Essas plataformas de streaming são sites, geralmente pagos, que disponibilizam um catálogo de filmes, séries, shows e documentários.

Além da audiodescrição, também pode estar disponível legendas ocultas, conversão de texto em voz, navegação por teclado, contraste de cores, design responsivo, entre outros.

A seguir, vamos descobrir a importância da audiodescrição para acessibilidade dos conteúdos em streaming.

O que é audiodescrição no streaming?

A audiodescrição é um recurso de acessibilidade comunicacional com uma narração que descreve o que está acontecendo na tela, sendo essencial para que pessoas com deficiência visual tenham acesso a vídeos de filmes, séries, documentários e até mesmo shows.

Além disso, pode ser ampliado para o entendimento de autistas, idosos, disléxicos, pessoas com deficiência intelectual, déficit de atenção, entre outros. 

A narração pode variar para cada tipo de trabalho, mas de modo geral descreve cenários, expressões faciais, ações físicas, mudanças de cena e figurinos.

“É também considerada um tipo de tradução intersemiótica que transforma o visual em verbal, abrindo possibilidades maiores de acesso à cultura e à informação, contribuindo para a inclusão cultural, social e escolar”, explica a audiodescritora Lívia Motta, que hoje coordena o projeto VER COM PALAVRAS e contribui para os mais diversos tipos de espetáculos, eventos, produtos audiovisuais e editoriais.

Quem pode fazer audiodescrição?

No Brasil, a profissão de audiodescritor já foi incluída na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), mas ainda segue em processo de regulamentação.

Portanto, para se tornar audiodescritor(a) é preciso se inscrever em cursos livres ou de extensão universitária, e manter uma dedicação diária com o tema.

“Não basta fazer um curso de curta duração, é necessário aprofundar os conhecimentos devido à complexidade do recurso e às múltiplas possibilidades de aplicação”, afirma Lívia.

YouDescribe

Uma alternativa para quem quer ajudar a acessibilizar conteúdos, é ser voluntário na ferramenta YouDescribe que permite o envio de gravações de audiodescrição para vídeos publicados no YouTube – podem ser feitos de qualquer lugar e com a sua própria voz. 

Como a maioria dos vídeos são em inglês, você pode adicionar o vídeo que deseja na opção “Wish List” – Lista de Desejos.

É uma ótima oportunidade para assistir aos trailers de filmes, curtas e séries. Confira o trailer da série Stranger Things, disponível na Netflix.

Obrigatoriedade da audiodescrição

Desde 2014, a Agência Nacional do Cinema (ANCINE) determina a obrigatoriedade de audiodescrição, legendas descritivas e Língua Brasileira de Sinais (Libras), para produções audiovisuais financiadas com recursos públicos.

A partir de janeiro de 2021, também foi estabelecida a obrigatoriedade da adaptação das salas de cinemas para pessoas com deficiência visual e auditiva.

Além disso, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI) incentiva a igualdade de oportunidades, com o acesso e o direito à cultura – o que diz respeito às novas plataformas de streaming presentes no território brasileiro.

Apesar das diretrizes, Lívia Motta reforça a importância de divulgar o recurso sempre que possível. 

“Muitas pessoas com deficiência visual, produtores culturais, diretores e distribuidores ainda desconhecem ou pouco sabem sobre o recurso, o que aponta para a necessidade de maior divulgação e circulação da informação”, afirma.

Quais são as plataformas de streaming com audiodescrição? 

PingPlay

Pensado exclusivamente para o público com deficiência visual e auditiva, a plataforma brasileira PingPlay disponibiliza filmes com acessibilidade em audiodescrição, legendas descritivas e Libras.

Para acessar os conteúdos basta se inscrever no site e alugar o filme de sua preferência.

Os títulos contemplam diversos países do globo, como o premiado filme coreano Parasita, e até mesmo documentários, como do cantor e compositor Chorão: Marginal Alado.

Netflix

A Netflix oferece títulos com audiodescrição em diversos idiomas, sendo a maioria de produção original da plataforma. Confira alguns exemplos!

  • Português: documentário da cantora Anitta e o filme Pai em Dobro.
  • Inglês: série Stranger Things e nos filmes clássicos do Shrek.
  • Espanhol: série As Telefonistas e o filme Xico, O Cachorro Mágico.
  • Coreano: série Mr. Sunshine – Um Raio de Sol e o filme Rastros de um Sequestro.
  • Japonês: animes Olhos de gato e Japão Submerso.

Além disso, alguns títulos contam com audiodescrição em até 3 idiomas, como a série La Casa de Papel, com espanhol, inglês e português.

Acesse aqui.

Amazon Prime Video

Confira alguns títulos do Amazon Prime Video:

  • Filmes: A Gruta, Carlinhos e Carlão, Jogo Cego e No Gogó do Paulinho.
  • Séries: Famílias Frente a Frente Brasil, Soltos em Floripa, e Tudo ou Nada: Seleção Brasileira.

Acesse aqui.

Disney+

Confira alguns títulos do Disney+:

  • Filmes: Frozen 2, Star Wars episódio VIII: Os últimos jedi, Star Wars Rogue One, Toy Story 4 e os Vingadores Ultimato.

Acesse aqui.

filmes sobre deficiência

Veja Algumas Dicas de Filmes


Cintia Alves de Sousa

Cintia Alves de Sousa
Jornalista especialista em mídia e reportagem, que busca constantemente por novos desafios no segmento da Comunicação Acessível, para contribuir com ações que valorizem a diversidade e a inclusão na sociedade.

Um Comentário

  1. Alessandra Martins
    25/08/2021 no 14:47 pm

    nós, com deficiência visual acaba sendo esquecidos nessa questão, acho que a audiodescriçao deveria ser obrigatória no Youtube, nem todos podem acessar as polataformas digitais mensionadas por serem pagas, sendo que o youtube é mais acessível a nós e é gratuito. Tem um filme lançado em 2017, nacional “Os parsas”, que eu queria assistir audiodescrito e não tem. No youtube tem o filme completo, porém, não tem audiodescrição. Tenho deficiência visual e gostaria muito que houvesse uma solução para essa falta de acessibilidade na qual mensionei aqui. Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.