fbpx
Como pensar na moda inclusiva? Veja algumas dicas.

Como pensar na moda inclusiva? Veja algumas dicas.

A moda inclusiva é uma proposta que favorece a todos, não somente pessoas com deficiência

As adaptações universais criadas para as peças são úteis para qualquer pessoa que precisa de facilidade na hora de se vestir – até mesmo pessoas em condição temporária de mobilidade reduzida ou idosos.

Para a jornalista Heloisa Rocha, idealizadora e gestora do projeto Moda em Rodas é preciso incentivar novas maneiras de ver o mundo através da moda.

“Eu uso a moda e a maquiagem ao meu favor para que as pessoas tenham, após ver a minha cadeira, um outro diferente impacto de quem eu verdadeiramente sou, já que acredito que as escolhas que fazemos diariamente sobre o que vestimos reflete diretamente ao nosso humor e ao que queremos transmitir aos demais.”

O projeto Moda em Rodas atua com o resgate da autoestima feminina, promoção de uma moda mais inclusiva no Brasil e um novo olhar do corpo com deficiência na mídia.

Heloisa conta por meio de podcasts e palestras, sobre as suas próprias experiências e a existência do público consumidor, que assim como ela, precisa adaptar peças por falta de oferta no mercado.

“Pretendo expandir a ideia de que corpos com deficiência devem ocupar este espaço da moda por questões sociais, econômicas, humanitárias e de saúde, já que uma roupa com adaptação oferece conforto e qualidade de vida ao usuário que possui uma deficiência ou mobilidade reduzida”, explica Heloisa.

Mercado atual brasileiro

Cada vez mais as marcas de varejo buscam agregar diversidade e inclusão em suas coleções com a presença de modelos com deficiência – o que já é um grande passo –, mas segundo Heloisa ainda há um longo caminho a ser percorrido. 

“Para mim, o grande problema para a expansão da moda inclusiva no país é o fato de que a sociedade com deficiência ainda não experimentou e/ou não compreendeu a real importância de uma peça com adaptações. Dessa forma, não exige da indústria uma mudança em suas coleções e produções, a exemplo do que ocorreu com o movimento plus size”, afirma Heloisa. 

Dicas importantes para criar moda inclusiva

Se você quer fazer parte das mudanças no mercado, confira a seguir algumas dicas que farão toda diferença na hora de pensar moda inclusiva para sua marca.

Etiquetas em braille

  • O que é? A impressão em braille é um recurso muito útil para a autonomia de pessoas com deficiência visual e baixa visão. Algumas marcas também investem em estampas em alto-relevo, para que através do toque seja possível identificar a estampa da peça.

Para se inspirar: 

Gráfico

Descrição gerada automaticamente

Fonte: Lado B / link de imagem

Etiquetas com QR Code

  • O que é? Criar um QR Code hoje é simples e acessível a qualquer pessoa com acesso à internet. Basta apontar a câmera do smartphone para o código para obter todas as informações sobre as peças, como tecido, cores, tamanho, estampas etc. 

Para se inspirar:

Fonte: Sense / link de imagem

Aberturas em velcro e botões de pressão ou magnético

  • O que é? As adaptações com abertura em velcro e botões de pressão e/ou magnético (imã) são essenciais para permitir melhor manuseio na hora de colocar e tirar a peça. 

Para se inspirar:

Mulher com as mãos no rosto

Descrição gerada automaticamente com confiança média

Fonte: Aria Moda Inclusiva / link de imagem

Homem de terno e gravata

Descrição gerada automaticamente

Fonte: Easy Access Clothing / link de imagem

Alças e puxadores

  • Para que servem? As alças e os puxadores de argola são detalhes importantes para roupas e calçados, pois elas ajudam a facilitar o movimento de puxar, por exemplo, a ponta de uma blusa ou fechar um calçado.

Para se inspirar:

Interface gráfica do usuário, Aplicativo

Descrição gerada automaticamente

Fonte: Freeda / link de imagem

Mulher com a mão no rosto

Descrição gerada automaticamente com confiança média

Fonte: Aria Moda Inclusiva / link de imagem

Corte

  • Que diferença faz? Sempre existe algo que pode ser modificado para melhorar a peça de uma pessoa com deficiência. A adaptação de jaquetas com cortes abertos nas costas, por exemplo, pode ser uma opção prática para o dia a dia.

Para se inspirar: 

Desenho de uma pessoa

Descrição gerada automaticamente com confiança média

Fonte: IZ Adaptive / link de imagem

Acessórios

  • Como torná-los acessíveis? Os acessórios são fundamentais para deixar o visual ainda mais bonito, por isso é preciso pensar em fechos que sejam de fácil manuseio na hora de colocar ou tirar. Pulseiras e colares, por exemplo, podem ter fechos de gancho ou magnético.

Para se inspirar: 

link 1 e link 2 de imagens

Dicas de marcas com venda online: Aria Moda Inclusiva, Costuras do Imaginário, Equal Moda Inclusiva, Freeda Moda Inclusiva, Iguall Moda Inclusiva, Lado B e Via Voice For Fashion. Veja outras aqui também!

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o blog Ideia Boa também nas redes sociais Instagram e Facebook!


Cintia Alves de Sousa

Cintia Alves de Sousa
Jornalista especialista em mídia e reportagem, que busca constantemente por novos desafios no segmento da Comunicação Acessível, para contribuir com ações que valorizem a diversidade e a inclusão na sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);

Quer receber novidades
de como a acessibilidade
está transformando o mundo?

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Guiaderodas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.