fbpx
Entenda porque não é correto falar a expressão surdo-mudo

Entenda porque não é correto falar a expressão surdo-mudo

Surdo-mudo, surdo ou deficiente auditivo? Ao falar sobre pessoas com deficiência auditiva, é comum relacionar esses termos sem ter um conhecimento adequado. Embora ainda seja muito usado, não está certo falar “surdo-mudo”.

A maioria das pessoas supõe que os surdos também são mudos (surdo-mudo) pelo fato de não ouvirem. De fato, aprendemos a falar ouvindo as palavras ao nosso redor, porém, a expressão “mudo” tem outro sentido.

Na medicina, o termo “surdo” é utilizado quando a pessoa com surdez é diagnosticada com surdez profunda, quando é leve ou moderada ainda persiste o termo Deficiente Auditivo. Já na Comunidade Surda, o surdo é aquele que é usuário de Libras e pertence a tal.

Todo surdo é mudo?

O que é surdo-mudo? Um termo que precisa ser banido da sociedade. Já que a surdez não acarreta nenhuma perda no aparelho fonador, e são mínimos os casos de pessoas com problemas auditivos que não emitem qualquer tipo de som.

Uma pessoa é muda quando não utiliza o seu aparelho fonador (conjunto de órgãos e estruturas que produzem sons da fala) para conversar ou qualquer manifestação vocal. Qualquer um – inclusive os surdos -, que tenha esse aparelho em perfeito estado, pode desenvolver a fala, geralmente com dificuldade e acompanhamento do especialista.

Portanto, o uso correto dos termos são:

  • Deficiente Auditivo ou Pessoa com Deficiência Auditiva: pode ser relacionado a quem tiver perda auditiva, seja moderada ou total. Geralmente é comum para pessoas que não escutam bem, mas ainda escutam algo.
  • Surdo: quem não escuta nada, nem com uso de aparelho, perda total da audição. A palavra “Surdo” com a letra maiúscula é para se referir a integrantes da Comunidade Surda, que têm Libras como a língua-mãe.
  • Surdo Oralizado: pessoas com perda auditiva que usam a fala para se comunicar. No geral, fazem leitura labial para compreender a conversa. É mais comum em quem nasce ouvindo e perde a audição durante a vida ou tem uma audição parcial.
  • Surdo Sinalizado: indivíduo com perda auditiva e que usa Libras para se comunicar.

Classificações da surdez

De acordo com o Ministério da Saúde, a surdez pode ser classificada da seguinte forma:

  1. Ligeira: a pessoa ouve, mas algumas palavras ou sons são facilmente compreendidos, o que dificulta uma conversa;
  2. Média: a pessoa só escuta quando o som vem em alta intensidade. Com isso, é difícil falar ao telefone, e, muitas vezes, recorre a leitura labial para entender o que está sendo dito;
  3. Severa: quando alguém fala em tom normal com um indivíduo com surdez severa, e ele não percebe, sendo necessário gritar;
  4. Profunda: pessoa que não possui nenhuma sensação auditiva, mas tem perturbações intensas na fala e dificuldades na aquisição da linguagem oral
  5. Cofose: Surdez completa, ausência total do som.

Então, a ideia de que todo surdo é mudo deve ser completamente extinta de nossas mentes. É importante ressaltar que mesmo que o surdo não consiga falar de forma oral, ele fala com os gestos. 

O que é Libras?

Sigla de Língua Brasileira de Sinais, é um conjunto de gestos utilizado por pessoas com deficiência auditiva e surdos para a comunicação entre eles e outras pessoas, também ouvintes.

A Libras possui particularidades que facilitam sua compreensão, como os verbos sempre se apresentarem no modo infinitivo e os pronomes pessoais não existirem. A existência dessas regras faz com o que o utilizador da língua sempre aponte à pessoa a quem se refere para ser melhor entendido.

Os gestos são realizados por meio da junção dos movimentos das mãos e articulações, além de expressões faciais e corporais. E por isso, muitos acham que deveria ser igual para todos os surdos, outros acham que a comunidade surda do mundo, por ser pequena, deveria fazer uso de apenas uma língua de sinais.

Assim como existem várias línguas faladas no mundo, também existem várias línguas de sinais pelo mundo, cada país tem a sua própria. A Libras já foi reconhecida e é uma língua oficial de acordo com a Lei nº 10.436, de 24 de Abril de 2002.

Conheça cursos gratuitos para aprender Libras

Leticia Soares

Letícia Soares
Graduanda em Jornalismo com interesse em arte, tecnologia, literatura e sempre em busca de conhecer novas histórias. Uma pessoa que adora fotografar tudo, descobrir inovações, conversar e fica feliz com a companhia de um chá e um bom livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

);